PUB.

Vimioso recebe exposição do investigador e colecionador Roberto Afonso "Máscaras Rituais de Portugal"

A Casa da Cultura de Vimioso acolhe a exposição “Máscaras rituais de Portugal”, do colecionador Roberto Afonso, numa iniciativa que pretende dar a conhecer ao público as festas e rituais com mascarados existentes de norte a sul do país.

Na exposição, estão máscaras do colecionador e investigador Roberto Afonso, reunindo perto de meia centena de elementos representativos de festas e rituais do chamado “Inverno Mágico” e além dele.

O Nordeste Transmontano é o território mais representado com cerca de 30 máscaras, oriundas dos concelhos de Mogadouro, Vinhais, Bragança, Vimioso, Miranda do Douro, Macedo de Cavaleiros e Mirandela.

Segundo Roberto Afonso, sem os artesãos não seria possível a continuidade destes rituais, já que as máscaras são o elemento fundamental destas festas.

As tradicionais festas com mascarados, em Portugal, têm início em 31 de outubro e terminam na quarta-feira de Cinzas.

rober

Sobre o significado das máscaras, o investigador disse que “a máscara é uma marca distintiva da cultura popular no Nordeste Transmontano”.

Esta mostra itinerante, patente na Casa da Cultura de Vimioso, no distrito de Bragança, até 31 de janeiro de 2022, cumpre o seu quarto ano de existência.

Depois de ter sido apresentada publicamente na Mascararte - Bienal da Máscara de Bragança, em 2017, passou já pelos seguintes locais de Portugal e Espanha: Centro Interpretativo da Máscara Ibérica (Lazarim-Lamego), Museu Etnográfico Provincial de León (Espanha), Ecomuseu de Barroso - Espaço Padre Fontes (Montalegre), Museu Municipal Armindo Teixeira Lopes (Mirandela), Museu do Ferro (Torre de Moncorvo), Casa das Artes e Ofícios (Mogadouro), Colégio Universitário (Zamora), Auditório Municipal (Freixo de Espada à Cinta), Museu da Terra de Miranda (Miranda do Douro), Centro de Interpretação do Território (Sambade, Alfandega da Fé) e Centro Cultural Solar dos Condes de Vinhais.

mas

Nesta exposição são apresentadas 43 composições tridimensionais, com cerca de 70 máscaras, assinadas por mais de 40 artistas/artesãos, que representam 38 festas com mascarados em Portugal dos distritos de Bragança, Coimbra, Guarda, Porto e Viseu, ilustradas com textos de autores especialistas na matéria.

Em dezembro de 2020 foi publicado o livro “Máscaras Rituais de Portugal - coleção de Roberto Afonso: Mascaradas Vinhaenses”, numa edição do município de Vinhais.

Num conceito que rompe com a convencional exposição de máscaras, o conjunto das ‘assemblages’ que o colecionador/investigador criou tem vindo a aumentar e apresenta-se, também, como um roteiro das festas com mascarados em Portugal, disposto cronologicamente, entre 31 de outubro e 24 de junho, conjugando vários acessórios, fragmentos de trajes e utensílios usados pelos protagonistas das festas e associados a cada ritual representado.

ma

 

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.


PUB.