Homem detido em flagrante por caça com meios proibidos em Macedo de Cavaleiros

Domingo, dia 20 de novembro, a Equipa de Proteção Florestal (EPF) do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Bragança deteve um homem de 44 anos por caça com recurso a meios não permitidos.

No âmbito de uma operação de fiscalização ao exercício do ato venatório, no concelho de Macedo de Cavaleiros, os elementos da EPF detetaram um homem a caçar com recurso a meios proibidos, nomeadamente, um chamariz, motivo que levou à sua detenção em flagrante”, revela o Comando Territorial de Bragança, cujos militares, no decurso desta operação, apreenderam uma espingarda de caça, 72 munições e um chamariz.

O detido foi, entretanto, constituído arguido e os factos remetidos ao Tribunal de Macedo de Cavaleiros.

A GNR aproveita para relembrar que “quem capturar espécies não cinegéticas, com recurso à utilização de meios e processos não autorizados, incorre num crime contra a preservação da fauna e das espécies cinegéticas e é punido com pena de prisão até 6 meses ou com pena de multa até 100 dias”.

Através do Serviço da Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), esta força de segurança assevera que tem “como preocupação diária a proteção ambiental e dos animais” e informa que, para denúncia de infrações ou esclarecimento de dúvidas, poderá utilizar a Linha SOS Ambiente e Território, que funciona em permanência, através do número 808 200 520.

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.
The website encountered an unexpected error. Please try again later.