GNR detém mulher em Mirandela por permanência ilegal em território nacional

Ontem, dia 7 de março, o Posto Territorial de Mirandela deteve uma mulher de 44 anos por permanência ilegal em território nacional.

No âmbito de uma denúncia a dar conta que uma pessoa estaria escondida num edifício abandonado numa aldeia do concelho de Mirandela, os militares da Guarda deslocaram-se ao local onde abordaram a mulher”, refere o Comando Territorial de Bragança.

No decorrer das diligências policiais, a GNR apurou que se tratava de uma mulher de nacionalidade estrangeira e que não tinha qualquer documentação que permitisse a sua identificação, sendo que, acrescenta a mesma fonte, “já tinha sido notificada para abandonar o país por não reunir condições legais para permanecer em território nacional”.

Entretanto, foi contactado o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), tendo os factos sido remetidos para o Tribunal Judicial de Mirandela.

 

FOTOGRAFIA: BMF

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.


PUB.

The website encountered an unexpected error. Please try again later.