Detido em Mirandela por ocultar cadáver da mãe durante meses para receber reforma

Hoje, um homem de 50 anos foi detido, em Mirandela, por ter permanecido em casa com o cadáver da mãe.

Em comunicado, enviado à redação, o Departamento de Investigação Criminal de Vila Real da Polícia Judiciária (PJ) revela que o cadáver foi descoberto hoje, em avançado estado de composição, na sequência da comunicação, alegadamente feita por vizinhos, do desaparecimento da mulher de 70 anos.

De acordo com informação avançada pelo Jornal de Notícias (JN), mãe e filho viviam numa casa num local ermo da cidade de Mirandela, sendo que a setuagenária já não seria vista pelos vizinhos há vários meses. Segundo a mesma fonte, a ocultação do cadáver deve-se à intenção do filho continuar a receber a reforma da mãe.

Entretanto, a autópsia irá determinar se a causa da morte foi ou não natural.

O homem é, para já, apenas suspeito da autoria do crime de profanação de cadáver e irá ser presente a interrogatório judicial para aplicação das respetivas medidas de coação.

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.
The website encountered an unexpected error. Please try again later.