Detida mulher de 45 anos por alegado crime de corrupção passiva em Mirandela

O Departamento de Investigação Criminal de Vila Real da Polícia Judiciária (PJ) procedeu à detenção de uma mulher pela presumível autoria do crime de corrupção passiva em Mirandela.

A investigação permitiu apurar que a suspeita, pelo menos desde o ano de 2015, terá violado as suas obrigações funcionais em processos de adjudicação de contratos de prestação de serviços celebrados entre a Associação Municípios da Terra Quente Transmontana e terceiros, causando com essa conduta prejuízo ao erário público”, revela a PJ, em comunicado enviado à redação, sustentando, assim, que a mulher se encontra “fortemente indiciada pela prática do crime de corrupção passiva”.

No decurso das diversas diligências de investigação, efetuadas no âmbito do inquérito crime em curso, titulado pelo Ministério Público – Procuradoria do Juízo de Competência Genérica de Mirandela, foram, ainda, constituídos arguidos mais dois homens e uma sociedade, sendo localizados e apreendidos elementos probatórios relacionados com os ilícitos em questão.

A detida, com 45 anos de idade, será presente a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.
The website encountered an unexpected error. Please try again later.