Desmantelada alegada rede de produção e tráfico de droga com epicentro em Mirandela

Ontem, dia 25 de outubro, o Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Mirandela deteve três homens por alegado tráfico de estupefacientes nos concelhos de Mirandela e Felgueiras.

No âmbito de uma investigação por tráfico de estupefacientes, que decorre há cerca de um ano, foi possível desmantelar uma rede organizada que se dedicava à plantação, preparação e venda de canábis”, revela o Comando Territorial de Bragança, salientando que “um dos elementos dedicava-se à produção e preparação de canábis no concelho de Mirandela e, seguidamente, vendia a vários revendedores da zona norte do país que procediam à sua venda a consumidores dos distritos de Bragança, Vila Real, Aveiro e Porto”.

Na sequência das diligências de investigação, a GNR deu cumprimento a dois mandados de detenção, cinco mandados de busca domiciliária e seis mandados de busca não domiciliária, nomeadamente, dois em armazéns e quatro em veículos.

A ação culminou com a detenção dos três suspeitos e com a apreensão de 10970 doses de canábis, cinco espingardas caçadeiras, uma espingarda carabina, duas pistolas de calibre 6.35, centenas de cartuchos e munições de diversos calibres, 2610 euros, 105 euros em notas falsas, quatros armas brancas, um aerossol de defesa pessoal, duas balanças, duas balanças de precisão, diversos objetos e produtos utilizados para produzir, preparar e acondicionar canábis, dois computadores, quatro telemóveis, duas câmaras de vigilância e duas viaturas.

Os detidos com idades compreendidas entre os 44 e 69 anos estão, neste momento, a ser ouvidos no Tribunal Judicial de Mirandela, onde ficarão a conhecer as medidas de coação que lhes serão aplicadas.

De referir, ainda, que a operação contou com o reforço dos Núcleos de Investigação Criminal de Bragança, Miranda do Douro e Felgueiras, do Núcleo de Apoio Operativo de Bragança, do Destacamento de Intervenção (DI) do Porto, das Equipas Cinotécnicas de Bragança e do Porto, dos Postos Territoriais de Mirandela e Vila Flor, do Núcleo de Proteção Ambiental de Mirandela e da Secção de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário de Mirandela.

 

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.
The website encountered an unexpected error. Please try again later.