PUB.

Três homens detidos por rapto, extorsão e agressões com recurso a arma de fogo em Alfândega da Fé

A Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria do Norte, identificou, localizou e deteve três homens pela alegada autoria dos crimes de rapto, extorsão, ofensa à integridade física qualificada e detenção de arma proibida.

Os factos terão ocorrido no passado dia 15 de maio, em Alfândega da Fé, quando os três suspeitos com idades entre os 42 e os 43 anos, “a pretexto de uma alegada dívida pela compra de animais, abordaram e ameaçaram as três vítimas com recurso a armas de fogo e a agressões físicas”, descreve a PJ, em comunicado enviado à redação.

Fortemente indiciados” pela prática dos crimes de que são acusados, os suspeitos, “enquanto mantinham dois dos ofendidos sequestrados”, levaram a terceira vítima “a um escritório de advocacia onde a obrigaram a assinar uma declaração de dívida e uma transferência de propriedade de uma viatura automóvel, um camião, tudo no valor de dezenas de milhares de euros”, revela a PJ, que assinala que “dois dos detidos têm antecedentes criminais por crimes contra a propriedade e detenção de arma proibida”, encontrando-se um deles em liberdade condicional.

Os três indivíduos serão, agora, presentes à autoridade judiciária para interrogatório e aplicação das respetivas medidas de coação.

Adicionar novo comentário

CAPTCHAEsta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.