PUB.

Prisão preventiva para um dos dois detidos por alegado tráfico de droga em Macedo de Cavaleiros

Na passada sexta-feira, dia 19 de abril, o Núcleo de Investigação Criminal de Bragança deteve dois homens por alegado tráfico de estupefacientes, no concelho de Macedo de Cavaleiros.

Como resultado da operação, para além da detenção dos dois indivíduos, de 29 e 35 anos de idade, a GNR apreendeu 192 plantas de canábis, 60 sementes de canábis, 6,47 doses de liamba, 22 doses de haxixe, três doses de MDMA, 1317 euros em numerário e vários equipamentos, supostamente utilizados na produção do referido estupefaciente.

Presentes ao Tribunal Judicial de Bragança no dia seguinte, a 20 de abril, um dos suspeitos ficou em prisão preventiva, enquanto o outro terá de se apresentar uma vez por semana no posto policial mais próximo da sua área de residência.

gn

No âmbito de uma investigação que decorria há cerca de um ano, os militares lograram localizar e desmantelar uma plantação de canábis, “dotada de toda a tecnologia e equipamentos necessários para a produção em grandes quantidades, que se encontrava dissimulada no interior de um edifício, sem que fosse detetável do exterior”, revela o Comando Territorial de Bragança, que deu cumprimento a seis mandados de busca. E foi através das buscas, duas domiciliárias e quatro em veículos, que “foi possível localizar e deter os suspeitos e dar cumprimento a dois mandados de detenção fora de flagrante delito”, acrescenta esta força de segurança.

De referir, ainda, que esta ação contou com o reforço dos meios do Destacamento de Intervenção de Bragança, Destacamento Territorial de Bragança, do Posto Territorial de Macedo de Cavaleiros e de diversos elementos da restante estrutura de Investigação Criminal do Comando Territorial da GNR de Bragança.

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.