Fado ao sabor da gastronomia em Património a Norte enriquece cultura em Alfândega da Fé

No passado sábado, dia 22 de outubro, teve lugar em Alfândega da Fé, aquele que foi o penúltimo espetáculo do “Património a Norte”.

O programa, dividido em três momentos, contemplou uma breve visita educativa, seguindo-se o Património em Prova, Partilha e Degustação com António Vieira, terminando com o concerto, em duo, da célebre guitarrista Marta Pereira da Costa na Igreja Matriz de Sambade.

A componente gastronómica coordenada pelo Chef Renato Cunha e protagonizada pelo Chef António Vieira serviria para compor os estômagos dos alfandeguenses e sambadenses, preparando-os para o frio característico das igrejas portuguesas, já que a música se encarregaria de aquecer a alma dos presentes.

Com produtos endógenos, confecionados através de técnicas ancestrais, os chefs deram a conhecer uma pequena mostra do vasto património gastronómico concelhio. Já a instrumentista galardoada Marta Pereira da Costa é, atualmente e em todo o mundo, a primeira e única mulher a tocar, profissionalmente, Guitarra Portuguesa no Fado, tendo sido, em 2014, distinguida pela Fundação Amália Rodrigues com o “Prémio Instrumentista”.

Foi uma atividade que levou excelentes artistas ao nosso território, o Chef António Vieira e a conceituada guitarrista Marta Pereira da Costa num bonito concerto na Igreja Matriz de Sambade e esta é uma forma muito interessante de promovermos e divulgarmos o nosso património e a nossa cultura, que nos enriquece a todos enquanto cidadãos”, descreve o autarca alfandeguense, Eduardo Tavares, que garante ter sido “uma excelente iniciativa, a segunda que tivemos em Alfândega da Fé de trabalho em rede em prol do património e da cultura, sendo que tivemos a primeira do Património Improvável durante o mês de julho em Sambade”. 

De salientar que o programa “Património a Norte” tem como premissa a valorização de espaços patrimoniais dos concelhos de Alfândega da Fé, Bragança, Tarouca, Arouca, Miranda do Douro e Felgueiras, tratando-se, segundo a Direção Regional de Cultura do Norte, “de um projeto diferenciador de afirmação cultural, do qual constam concertos, visitas e ações de gastronomia com vista à aproximação da população residente e à captação de novos públicos turístico-culturais”.

af

 

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.