PUB.

D. José Cordeiro lança novo livro intitulado “Caroço de Cereja”

No dia em que assinalou o 20º aniversário da Dedicação da sua Catedral, a 7 de outubro, a Diocese de Bragança-Miranda deu a conhecer a mais recente publicação do seu Bispo, D. José Manuel Cordeiro.

Intitulado “Caroço de Cereja. A propósito da Missa Crismal 2012-2021”, trata-se de uma compilação das homilias da Missa Crismal proferidas na Catedral de Bragança ao longo dos últimos dez anos.

No texto de abertura, D. José recorda a sua infância, em Parada, Alfândega da Fé, concelho sobejamente conhecido pelas amendoeiras em flor e pela qualidade e reputação das suas cerejas. "Sempre que comia as poucas cerejas que sobravam ou não serviam para o procedimento dos frascos em calda, costumava deixar o caroço na boca para prolongar o aprazível sabor da cereja branca. Também no dia da última Páscoa da minha querida mãe, Maria da Graça, 3 de junho de 2019, os vizinhos e amigos trouxeram a casa da família muitas e belas cerejas vermelhas. Nesse dia de Luz e de Paz, recordei-me dos tempos de infância", relembra o bispo da Diocese de Bragança-Miranda.

Nos últimos dez anos, a preparação e a celebração litúrgica da Missa Crismal, na igreja Catedral de Bragança-Miranda, “teve o efeito de caroço de cereja, girando na boca todos os dias do ano, como expressão da sinodalidade eclesial, a começar com a desafiante sinodalidade presbiteral”, sublinha o Prelado, que para criar o título do seu novo livro se inspirou em “Caroço de azeitona” do célebre tradutor e escritor Erri De Luca, que conta no seu currículo com obras como "Em nome da mãe" ou "Penúltimas Notícias sobre Jesus".

Para além das homílias da Missa Crismal, o livro, cuja capa alude às 18 unidades pastorais da Diocese, conta também com a homilia da celebração dos 25 anos da ordenação presbiteral de D. José Cordeiro.

De referir, ainda, que a sua mais recente obra integra a coleção “Domus Ecclesiae” e encontra-se disponível nos serviços centrais da Cúria Diocesana em Bragança, tendo sido dedicada ao presbitério da Diocese nordestina e a “todos que experimentam a Liturgia de nascente”, destaca o escritor e responsável máximo da Diocese de Bragança-Miranda.

don

 

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.


PUB.

The website encountered an unexpected error. Please try again later.