PUB.

Um “dia diferente e espetacular” com 70 crianças a disputarem em Bragança o Torneio Distrital de Futebol de Rua

Foi este sábado, 28 de setembro, que o Recinto de Promoção e Valorização de Raças Autóctones em Bragança recebeu o Torneio Distrital de Futebol de Rua Hotel São Lázaro.

Com cerca de 70 crianças, dos 6 aos 9 anos de idade, divididas por dois escalões com sete equipas de traquinas e cinco de petizes, o torneio contou, somente, com os jovens atletas da Escola Crescer e do Município de Mogadouro com estes últimos a sagrarem-se vencedores, ao conquistarem o primeiro lugar em ambas as categorias.

Das equipas da cidade, temos muito orgulho em podermos contar com a Escola Crescer porque foi a única que participou, já que as outras equipas da cidade não participam neste tipo de eventos”, refere, em tom irónico, o presidente da direção da Associação Amigos Futsal Bragança (AAFB), entidade responsável pela organização do torneio, que contou, para o efeito, com a colaboração e o apoio da Câmara Municipal de Bragança e da União de Freguesias da Sé, Santa Maria e Meixedo. Na verdade, Rui Brás lamenta o facto de mais equipas, clubes e instituições da Capital de Distrito terem decidido não participar num evento que só tem em mente "a felicidade e o bem-estar das crianças" e que procura a todo o momento que as mesmas "se divirtam, num ambiente de competição saudável, ajudando-as, assim, a preparem-se para o futuro", advoga o entrevistado.

 

AAFB

 

Questionado sobre qual a justificação de não participarem, o responsável responde que “isso não posso explicar, o presidente do Grupo Desportivo de Bragança e as outras instituições é que poderão dizer o porquê de não participarem”, aponta.

Apesar de tudo, a salientar um “autêntico dia de festa” em que os verdadeiros protagonistas, as crianças, puderam experienciar o quão divertido pode ser jogar futebol num piso de terra.

Independentemente, tivemos aqui 70 miúdos que se divertiram, acho que foi um dia espetacular para eles, era só ver a alegria destes meninos a jogar à bola, mesmo na terra e não é preciso ser um sintético ou ser um relvado”, resume Rui Brás, que aproveita, “desde já, para agradecer à Câmara Municipal de Mogadouro e aos professores que acompanharam as crianças o facto de terem vindo, assim como ao Município de Bragança, à União de Freguesias da Sé, Santa Maria e Meixedo e a todos os envolvidos que ajudaram à organização deste torneio”.

 

AS

 

REGISTO FOTOGRÁFICO

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.


PUB.