PUB.

Estatuto Editorial

Kapital do Nordeste, sediado em Bragança, considera-se um ambicioso projeto de informação regional online orientado por critérios de rigor, objetividade, isenção e criatividade editorial, autónomo e equidistante de qualquer tipo de hierarquias prévias, orientações ideológicas, políticas, económicas e religiosas, por mais influentes que sejam.

Kapital do Nordeste tem como principais premissas a procura incessante da verdade e a produção de uma informação séria, pertinente e atualizada, procurando sempre respeitar a dignidade e o bom nome da pessoa humana, sem prejuízo, no entanto, da denúncia de comprovados atos indignos, em nome do interesse público.

Kapital do Nordeste compromete-se em privilegiar o espaço geográfico de Trás-os-Montes e Alto Douro, em defender os direitos e os interesses das suas gentes, em promover com dignidade a sua história, a sua cultura, a sua identidade e o seu território, procurando, ainda, constituir-se como um elo de ligação entre os doze concelhos que constituem o distrito de Bragança, Portugal e o Mundo.

Kapital do Nordeste acredita na diversidade, na multiculturalidade e que as novas tecnologias, combinadas com a internet, exigem do online um jornalismo eficaz, atrativo, conciso, objetivo, dinâmico e imaginativo na sua constante e permeável comunicação com os seus leitores, em plena sintonia com o processo de mudanças tecnológicas e civilizacionais no espaço público contemporâneo.

Kapital do Nordeste, apesar de assumir-se como um órgão de informação de âmbito regional, promete inscrever-se numa tradição europeia de jornalismo de exceção, exigente e de qualidade inegável, recusando o sensacionalismo e a exploração mercantil da matéria informativa, na tentativa de corresponder às expetativas, motivações e interesses de um público plural.

Kapital do Nordeste garante abrir o seu domínio aos mais diversos setores de atividades, encorajando a participação de todos, a título individual e coletivo, independentemente da faixa etária, raça, etnia e confissão religiosa, num claro compromisso assumido com a verdade, noticiando todo e qualquer acontecimento que julgue do interesse da região onde se insere.

Kapital do Nordeste considera basilar a existência de uma opinião pública informada, ativa e interveniente, sendo esta, acredita, a condição elementar de uma democracia, de uma sociedade esclarecida, inclusiva e instruída, que não procura limitar quaisquer movimentos de comunicação e opinião, mas antes debater algumas das grandes questões que se colocam à sociedade portuguesa na perspetiva da construção de um futuro melhor para todos nós enquanto sociedade.

Kapital do Nordeste chama a si a responsabilidade de responder somente perante os leitores, numa relação que se exige rigorosa e transparente, considerando a sua credibilidade perante os mesmos como o seu bem mais precioso, compreendendo, no entanto, que o único limite é o espaço privado dos cidadãos.

Kapital do Nordeste reger-se-á pelo cumprimento das disposições legais em vigor, respeitando, sem exceção, as regras e princípios do Código Deontológico do Jornalista, pautando sempre o seu comportamento em consonância com as orientações da Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

Kapital do Nordeste exigirá a todos os elementos que, agora ou no futuro, integrem este órgão de comunicação social, desde o diretor aos colaboradores, estrita obediência a este ESTATUTO EDITORIAL, com pena de serem responsabilizados pelo incumprimento do mesmo. 
 


PUB.

The website encountered an unexpected error. Please try again later.