PUB.

Operação em Mirandela contra o consumo fraudulento de água e energia resulta na apreensão de drogas duras e arma de fogo

A Câmara Municipal de Mirandela e o Comando Distrital de Bragança da Polícia de Segurança Pública (PSP), lançaram no dia de ontem, 3 de setembro, uma vasta ação de fiscalização cujo objetivo se prendia com o consumo ilegal de água e energia.

Este consumo fraudulento de água e energia decorria há vários anos, representando avultados prejuízos para o erário público e evidenciando uma impunidade inaceitável”, refere a PSP em comunicado enviado à redação. Assim, através da conjugação de esforços entre a Polícia de Segurança Pública, técnicos municipais e a EDP, estas situações começaram a ser identificadas e resolvidas.

De tal modo que ontem, durante a manhã, foi suspenso o abastecimento de água pelos técnicos da autarquia numa das residências já assinaladas. De salientar aqui o papel preponderante da PSP, ao garantir a “segurança operacional” de todos os envolvidos na operação de fiscalização e corte.

Numa outra habitação, além de cessado o abastecimento de água pelos técnicos do município, foi, também, cortado o abastecimento de energia elétrica pelos técnicos da EDP Distribuição

De sublinhar, ainda, que os agentes da PSP, num dos locais, constituíram arguido um suspeito, após lhe ter sido apreendida, na área de influência da sua residência, uma arma de calibre 6,35mm, bem como 92 doses de heroína e 42 doses de cocaína.

 

 

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.


PUB.