PUB.

Onze detidos por tráfico de estupefacientes e furtos no distrito de Bragança

O Comando Territorial de Bragança da Guarda Nacional Republicana (GNR), através da Secção de Informações e Investigação Criminal, realizou hoje, dia 26 de julho, uma operação policial no âmbito de uma investigação por crimes de furto qualificado, dano qualificado, recetação e tráfico de estupefacientes. No total, foram detidas onze pessoas e recuperado material furtado/roubado, no distrito de Bragança.

De acordo com a GNR, “esta atividade, desenvolvida por um grupo de 14 indivíduos suspeitos, com idades compreendidas entre os 28 e os 55 anos, caraterizado pela forma organizada da sua atuação, o evidente cuidado na prossecução da atividade criminosa, e o planeamento das suas ações, dirigia-se maioritariamente para aldeias e localidades mais isoladas do distrito de Bragança”. Ainda segundo a GNR, pode ler-se no mesmo comunicado enviado à redação, para “além de efetuarem tráfico de estupefacientes, executavam furtos em residências, em armazéns agrícolas, em estabelecimentos, em capelas e igrejas e em associações culturais e recreativas”.

Estes furtos visavam diversos materiais como maquinaria agrícola, metais não preciosos e motociclos, provocando “alarme social com consequente sentimento de insegurança da população local”.

No âmbito desta operação, foram cumpridos mandados de detenção, mandados de busca domiciliária e mandados de busca a viaturas, tendo sido possível desmantelar este grupo de suspeitos, cuja atuação se desenvolvia há diversos anos, através da detenção de 11 indivíduos e a constituição de arguido dos restantes três suspeitos.

 

GNR

 

Das várias ações levadas a cabo pelos militares da GNR, destaque para a recuperação de inúmeros bens furtados/roubados, entre os quais, 1200 euros em numerário, 650 doses de haxixe, 16 doses de cocaína, 22 telemóveis, cinco veículos automóveis, dois motociclos, três pistolas, cinco armas de caça, 1014 munições de diversos calibres, dez motosserras, dois corta relvas elétricos, um compressor, dois geradores a gasolina, 33 bidons de 30 litros cada um, para transporte de combustível furtado, oito bidons de diversas cores e litragem para transporte de combustível furtado, 40 litros de combustível furtado armazenado em diversos jerricans, oito baterias de elevado rendimento, diversas alfaias agrícolas, um motocultivador, dois carris de ferrovia, diversas caixas de ferramentas e 22 garrafas de bebidas brancas.

Os detidos foram presentes durante o dia de hoje, 26 de julho, ao Tribunal Judicial de Macedo de Cavaleiros, não se sabendo, até ao momento, as medidas de coação que lhe terão sido aplicadas.

De salientar, ainda, que a operação teve início às 5 horas de hoje, tendo envolvido 95 elementos das Forças de Segurança, entre militares da GNR, nomeadamente do Grupo de Intervenção de Ordem Pública da Unidade de Intervenção, de elementos da estrutura de Investigação Criminal dos Comandos Territoriais de Porto, Braga, Vila Real, Guarda e Viseu, bem como elementos da Polícia de Segurança Pública.

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.


PUB.

The website encountered an unexpected error. Please try again later.