Muro imobiliza carrinha após falha nos travões em descida íngreme junto ao Castelo de Bragança

Momentos antes da abertura oficial da edição de 2022 da Festa da História, ontem, dia 12 de agosto, um despiste de uma viatura, nas imediações do evento, resultou em dois feridos ligeiros.

De acordo com informações recolhidas pela Kapital do NordestE, o acidente que poderia ter tido outras consequências, bem mais graves, resultou de uma “falha nos travões” na carrinha que descia uma das várias ruas íngremes que circundam o Castelo de Bragança, tendo sido o muro, agora desfeito, a imobilizar o veículo desgovernado.

Numa altura em que dezenas ou mesmo até centenas de visitantes se dirigiam para a Festa da História, uma das iniciativas de maior magnitude no programa anual do município brigantino, foi “por uma unha negra” e "uma sorte", segundo relatos de testemunhas, a ameaça de desgraça não se ter concretizado.

cas

Ao despiste da autocaravana, seguiu-se o embate num obstáculo fixo e numa outra viatura ligeira de passageiros”, descreve o comandante dos Bombeiros Voluntários de Bragança, Carlos Martins, referindo que os “feridos leves” são os dois ocupantes das viaturas envolvidas no sinistro. O condutor que viria a embater no muro é português e tem 71 anos, enquanto o outro ferido, na viatura alvo do embate, é de nacionalidade francesa e tem 26 anos.

De assinalar que o alerta foi dado às 17h24 e, no teatro de operações, esteve a Polícia de Segurança Pública, acompanhada por seis bombeiros, mais duas ambulâncias de socorro e um veículo de desencarceramento.

cas

 

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.