A maior festa do concelho vinhaense celebra 40 anos de quinta a domingo

A maior festa do concelho de Vinhais comemora 40 anos com os conhecidos enchidos em destaque durante quatro dias, entre quinta-feira e domingo, no concelho transmontano que fatura cerca de 10 milhões de euros em fumeiro por ano.

O município, que organiza o evento com a Associação Nacional de Criadores da Raça Suína Bísara, estima que só na feira serão vendidas “entre cinco a seis toneladas” do fumeiro que tem todas as peças certificadas com Indicação Geográfica Protegida (IGP).

O certame começou há 40 anos com algumas mulheres a venderem fumeiro na rua e é hoje um dos principais eventos do Nordeste Transmontano, com uma média de visitantes a rondar os 80 mil de várias zonas do país e da vizinha Espanha.

Cerca de 70 produtores de fumeiro certificado garantem produto para encomendas e visitantes e o presidente da Câmara de Vinhais, Luís Fernandes, destaca entre eles a presença de mais um jovem que decidiu dedicar-se a esta atividade.

Além dos produtores tradicionais, estão também representadas na feira outras atividades num total de perto de 500 expositores e com espaço para tasquinhas com gastronomia regional.

O porco bísaro está também em destaque no certame com as jornadas técnicas onde se discute a raça, também ela protegida, que é criada num sistema tradicional à base de produtos da agricultura.

Esta raça garante a matéria-prima para a confeção dos enchidos, que se distinguem também pelo tempero, como destaca o município.

A raça passou de quatro mil porcas reprodutoras, na década de 1990, para seis mil e o número de explorações duplicou, sendo atualmente de 200.

Fumeiro

A Feira do Fumeiro é a maior festa deste concelho transmontano e é feita também de animação com espetáculos musicais de António Zambujo, na sexta-feira, e Expensive Soul, no sábado, além da atuação de grupos da terra.

Todo o processo de produção é controlado e o concelho conta com uma fileira que vai das pocilgas para criação dos animais às cozinhas regionais e unidades industriais.

O fumeiro de Vinhais gera rendimento a produtores de nove concelhos transmontanos que marcam presença no certame.

Desde que se cumpra a receita e os requisitos impostos pela certificação, este fumeiro pode ser produzido em vários concelhos do distrito de Bragança e parte dos de Valpaços e Chaves, no distrito de Vila Real.

O salpicão é a peça nobre do fumeiro de Vinhais com o quilo a custar cerca de 40 euros.

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.
The website encountered an unexpected error. Please try again later.