Investimento de 1,2 milhões de euros em novo hotel de Freixo de Espada à Cinta cria 15 postos de trabalho

Um empresário investiu cerca de 1,2 milhões na construção de uma unidade hoteleira em Freixo de Espada à Cinta, que criou 15 postos de trabalho diretos, disse hoje à Lusa o diretor do empreendimento. 

O Hotel Freixo Douro Superior é uma unidade com uma classificação de 4 estrelas e 63 unidades de alojamento, localizada em Freixo de Espada à Cinta e cujo investimento rondou 1,2 milhões de euros, tendo criado 15 postos de trabalho diretos e cerca de 20 indiretos”, disse o diretor daquela unidade hoteleira, Rui Nunes.

Segundo o responsável, a construção deste hotel, no distrito de Bragança, nasceu da vontade de um empresário local há cerca de 15 anos, que agora se tornou uma realidade com o propósito de ser uma oferta de qualidade e com capacidade para captar o visitante que já frequenta a região do Douro Superior, mas também novos turistas e mercados, beneficiando do crescimento do turismo interno e da proximidade a Espanha.

Rui Nunes referiu que, apesar do impacto da pandemia de covid-19 no setor do turismo, os promotores da nova unidade hoteleira estão cientes que destinos como o Douro Superior, que oferece menores aglomerações, maior segurança, mais sustentabilidade e contacto com a natureza, saem reforçados neste contexto.

O investimento realizado contou com o apoio do Turismo de Portugal e da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo da Terra Quente, através da Linha de Apoio à Qualificação da Oferta.

hotel

O hotel é explorado pela empresa Freixo Douro Superior, S.A., numa parceria com o proprietário do edifício.

O projeto foi desenvolvido ao longo do primeiro semestre de 2021, incluindo a conclusão, adaptação e atualização do edifício existente, já concebido para instalar uma unidade hoteleira, aos ‘standards’ atuais de um hotel de 4 estrelas, assim como a instalação de todo o equipamento e mobiliário essencial para a sua operação, de forma a proporcionar a melhor experiência aos clientes”, indicou Rui Nunes.

Para a empresa que detém a sua exploração, o hotel insere-se numa região “com grande potencial em termos de turismo gastronómico e vínico, mas também apresenta oportunidades em torno de outros produtos, como o turismo de lazer, família, natureza, aventura e desporto”.

Antecipamos que esta nova unidade permitirá que Freixo de Espada à Cinta, bem como os municípios limítrofes, reforcem a sua presença nas rotas e percursos turísticos associados ao Douro Superior, deixando de ser apenas uma região de passagem para ser vivenciada com mais tempo e envolvimento na comunidade”, concluiu o diretor.

 O hotel abriu portas em 21 de julho de 2021.

ho

 

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.


PUB.