PUB.

Festa da História - Bragança

Data do Evento:

a

A Festa da História é uma iniciativa da Câmara Municipal de Bragança que pretende retratar a importância de D. Fernão Mendes de Bragança, “O Velho”, valorizando a personagem histórica, "através da demonstração da sua bravura, autoridade e justiça, despertando o sentimento de pertença, não só nos habitantes de Bragança, como também em todos os visitantes do evento".

 

A História da Festa

 

14 a 17 de agosto – Festa da História - Bragança

 

Depois de, em 2018, se terem quebrado todos os recordes em termos de público, as expetativas para este ano não podiam ser maiores. Como já é habitual, o cenário é o do incomparável Castelo de Bragança e, nesta edição, Fernão Mendes “O Velho” será a personagem principal.

 

Alguns números da Festa da História:

  • 11 áreas temáticas
  • 15 companhias de recriação
  • Mais de 100 profissionais envolvidos
  • Cerca de 120 voluntários de Bragança
  • Mais de 50 Mercadores
  • 3 espetáculos em estreia absoluta
  •  

Horários



Dia 14: 18h00 às 24h00

Dia 15: 12h00 às 24h00

Dia 16: 12h00 às 24h00

Dia 17: 12h00 às 24h00

 

Destaques da Programação:



Cortejo de Infantes

Depois de um conjunto de oficinas plásticas, onde os infantes de Bragança construíram os seus próprios adereços de inspiração medieval, juntam-se os miúdos para visitar a Festa da História. Um momento diferente para recordar que desde sempre, eles são o melhor do mundo. Horário: 14 de agosto, 18h00, Castelo de Bragança

Cortejo de Abertura

Nobres e povo, mercadores e compradores juntam-se nas ruas do centro do burgo para visitar a recém-instalada feira, dentro das muralhas do castelo. Um momento de partilha e convívio onde toda a população é convidada a participar ou assistir. Horário: 14 de agosto, 21h30, Cento Histórico até ao Castelo O

Juízo de D. Fernão

Bragança viveu ao longo da sua História, momentos de disputa e de confronto entre vizinhos, numa época em que a terra e os frutos que dela brotavam tinham uma importância crucial para a sobrevivência das populações ou para a afirmação do poder dos senhores. A história que agora se revela é a que dá conta dos conflitos entre dois senhores em torno de questões de furto de propriedade e de águas originando discussões acesas e luta armada. D. Fernão tem a última palavra e servirá de mediador no conflito resolvendo a discórdia com a realização de uma liça da qual sairá um vencedor. Horário: 15 e 16 de agosto, 22h, Liça e Muralhas do Castelo

O Grande Torneio

Era em tempos de calmaria, onde a guerra não afetava estas terras, que se escolhiam e preparavam os mais valentes guerreiros! Alguns dos senhores mais abastados e poderosos gabam-se de possuírem sob seu comando os mais habilidosos cavaleiros e os mais corajosos guerreiros. É na liça, sob o olhar de Deus que várias provas serão propostas numa competição onde “apenas” a honra e o prestígio estão em disputa. Horário: 14, 15, 16 e 17 de agosto, 19h, Liça

Festa de Encerramento

Alguns mercadores já começam a arrumar os seus alforges enquanto outros já lavam as alfaias. Foi uma boa feira, e a alegria sente-se no rosto de todos. Da esquina chega o som de um ou dois músicos que ateimam em continuar a festa e rapidamente se juntam outros artistas para o derradeiro folguedo. Danças, pulos, músicas e muita diversão fazem a história desta festa. Horário: Dia 17 agosto, 22h, Liça e Muralhas do Castelo

 

Atividades para o Público



São muitas as atividades lúdicas e pedagógicas que poderão ser realizadas na Festa da História. Destaque para:

  • A Cota de malha
  • Visita ao Atrium Officialis (Átrio dos Ofícios)
  • Scriptorium
  • Jogos Tradicionais Medievais
  • Cozinha Medieval
  • Oficina de Tecelagem e de Tinturaria de Lãs
  • Na Pele de um Guerreiro
  • Oficina de velas
  • A Arte de Caçar com Aves
  • O cepo, o sebo e a cântara
  •  

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.


PUB.