Detido é preso preventivamente após se livrar de pulseira eletrónica em Vila Flor

O Posto Territorial de Vila Flor deteve ontem, dia 3 de janeiro, um homem de 36 anos por violação de imposições, proibições ou interdições naquele concelho.

Na sequência de um pedido de apoio da Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais para averiguar o funcionamento de uma pulseira eletrónica, aplicada no âmbito de um processo de violência doméstica para garantir a distância de, pelo menos, 300 metros da vítima, verificou-se que o seu portador a tinha cortado”, revela o Comando Territorial de Bragança.

Hoje, dia 4 de janeiro, o detido foi presente a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Vila Flor, tendo ficado sujeito à medida de coação de prisão preventiva.

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.
The website encountered an unexpected error. Please try again later.