Desaparecido há dois dias é encontrado morto em casa na aldeia de Sacoias

Um homem de 54 anos foi encontrado esta tarde morto em sua casa na localidade de Sacoias, a dez quilómetros de Bragança.

Foi no quarto, mais precisamente na cama, que os bombeiros e a GNR encontraram o corpo de Aurélio Fernandes, após o seu alegado desaparecimento há dois dias.

O alerta foi dado às 14h30 pelos vizinhos porque estranharam não o ver, chegámos lá, arrombámos a porta e encontrámo-lo morto dentro de casa”, conta o Segundo Comandante dos Bombeiros Voluntários de Bragança, que encontrou o homem “no quarto deitado” e sem “quaisquer ferimentos visíveis”.

Neste cenário com que as autoridades se depararam, é possível que a vítima possa ter sofrido um enfarte. Uma suspeita que só poderá ser confirmada após a realização da autópsia. “A autópsia é que há-de dizer, nós não nos podemos adiantar, mas pela experiência…”, sustenta Carlos Martins, adiantando que o homem recebia “assistência domiciliária”. “Como a comida ainda estava pendurada na porta, pois ele não a tinha recolhido, as pessoas habituadas a vê-lo pela rua estranharam e daí terem dado o alerta”, refere o entrevistado, sublinhando que, “nas aldeias, as pessoas ainda se preocupam umas com as outras e isso muitas vezes é a nossa sorte”.

No local estiveram quatro bombeiros e dois elementos da GNR.

CM

Segundo Comandante dos Bombeiros Voluntários de Bragança, Carlos Martins

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.