PUB.

Covid-19: Sobe para 56 número de infetados após surto na GNR de Bragança

A diretora-geral de Saúde revelou hoje existirem 56 casos positivos de covid-19 relacionados com o surto que se iniciou na GNR de Bragança, após terem sido feitos “pelo menos 168 testes” às unidades que integram aquele comando.

Foram identificados 56 casos positivos”, disse Graça Freitas na conferência de imprensa para fazer o balanço da pandemia em Portugal.

Entre os atuais 206 surtos ativos no país, o que teve início na GNR de Bragança foi o citado pela responsável da Direção-Geral de Saúde como o que tem maior número de infetados, numa lista que incluiu um navio a ser reparado na Lisnave (92 testes feitos, 11 casos positivos), um hipermercado de Torres Vedras (seis casos positivos entre 148 pessoas expostas) e um lar em Sintra (15 positivos).

A ministra da Saúde, Marta Temido, observou que “um surto só é considerado fechado” após passarem “dois períodos de incubação, ou seja, 28 dias, da infeção do último caso registado”.

O Comando Nacional da GNR indicou na quinta-feira que subiu para quatro o número de militares infetados por covid-19 afetos às subunidades que integram o Comando Territorial de Bragança, onde foram testados 48 agentes.

Portugal regista hoje mais três mortes e 312 novos casos de infeção por covid-19, em relação a quinta-feira, 236 dos quais na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim, desde o início da pandemia até hoje registam-se 48.077 casos de infeção confirmados e 1.682 mortes.

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.


PUB.