PUB.

Covid-19: Município de Bragança providencia alojamento temporário a sem-abrigo

No âmbito da implementação de um Plano de Contingência para pessoas em risco durante a prevalência da pandemia provocada pelo Covid-19, a Câmara Municipal de Bragança irá alojar, temporariamente, pessoas em situação de sem-abrigo.

Promovida pelo município, em parceria com entidades públicas e Instituições Particulares de Solidariedade Social, a criação de Alojamento Alternativo Temporário pretende ser, de acordo com o executivo, “uma resposta social de emergência com vista a evitar ou atenuar a exclusão severa a que se expõe este grupo de risco, sobretudo durante a situação atual vivida em todo o país, devido ao Covid-19”.

Assim, foram celebrados protolocos entre a autarquia, o Centro Distrital de Bragança do Instituto de Segurança Social, a Associação Socorros Mútuos dos Artistas de Bragança e a Associação Reaprender a Viver, e quatro acordos de alojamento com pessoas sem-abrigo.

Para poderem usufruir desta medida social, os beneficiários, em situação de sem abrigo e que vivem numa situação de grave carência económica e com incapacidade para assegurar uma solução habitacional condigna, comprometeram-se com um conjunto de obrigações”, esclarece o município brigantino, em comunicado enviado à redação.

Já à câmara e aos restantes parceiros, caberá a responsabilidade de assegurar o alojamento transitório e temporário, o apoio e acompanhamento psicossocial, o pagamento de despesas de funcionamento do alojamento como eletricidade, água e gás, bem como os serviços de limpeza de roupa de cama e serviços de alimentação diária.

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.


PUB.