Covid-19: GNR detém casal por violação de confinamento obrigatório em Vila Flor

No âmbito da pandemia provocada pela Covid-19, o Posto Territorial de Vila Flor deteve um casal de 59 e 60 anos por violação do confinamento obrigatório a que estava sujeito.

No decorrer de uma ação de patrulhamento para a verificação do dever de confinamento obrigatório, os militares da Guarda deslocaram-se à residência dos visados, onde verificaram que se tinham ausentado do domicílio”, descreve o Comando Territorial de Bragança, em comunicado.

A detenção aconteceu ontem, dia 21 de janeiro, no concelho de Vila Flor, quando, “após diligências policiais, foi possível confirmar que os suspeitos se encontravam a passear na via pública”, informa a GNR, que sublinha que “a violação do confinamento obrigatório constitui crime de desobediência”.

Os suspeitos foram, entretanto, constituídos arguidos e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Vila Flor.

A GNR aproveita para recordar que “que está empenhada em garantir que a população cumpra os normativos legais atualmente regulamentados para Estado de Emergência, em especial o dever geral de recolhimento domiciliário e o dever de confinamento obrigatório, para contenção da epidemia e redução do risco de contágio da doença Covid-19”, sendo o patrulhamento “orientado para os locais e espaços públicos de maior circulação e propícios ao ajuntamento de pessoas, nomeadamente praças, jardins e junto às zonas balneares”.

cas

 

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.