Covid-19: Cartão de descontos no comércio de Mirandela para estimular retoma económica

O município de Mirandela apresentou esta quarta feira um programa de estimulo à retoma do comércio local que vai custear descontos aos consumidores através de um cartão nos meses de verão.

O Cartão Comércio Mirandela estará acessível a toda a população para fazer compras no pequeno comércio do concelho com direito a descontos de 10% e a atribuição a cada loja aderente de 300 euros para cobrir os valores em causa.

Este programa, segundo a presidente da Câmara, Júlia Rodrigues, é um estímulo para a retoma do comércio local, a maioria do qual esteve encerrado durante dois meses devido às medidas de contenção da pandemia de covid-19.

Esta campanha de descontos entrará em vigor a 15 de julho e prolonga-se até 15 de setembro, contando com um investimento municipal de 300 mil euros, que inclui, além do apoio financeiro direto aos comerciantes, ações de divulgação das lojas.

A autarquia criou um portal na Internet - www.cartaomirandela.pt – no qual o consumidor pode solicitar, até 31 de julho, o cartão que permitirá usufruir de 10% de desconto nos comércios aderentes em compras diárias de valores entre 10 e 250 euros.

A adesão dos comerciantes é feita no mesmo sítio, até 14 de junho, sem custos e com as vantagens de um apoio financeiro a cada aderente de 300 euros, além da divulgação do negócio no portal e em suportes físicos da autarquia, assim como a partição em campanhas futuras.

O Cartão Comércio Mirandela tem ainda outra vertente de incentivo à “participação dos munícipes em atividades de interesse de cariz social, cultural, desportivo ou outro” e com essa finalidade proporciona “igualmente descontos nas atividades realizadas pela Câmara Municipal”.

Este programa de apoio ao comércio faz parte de um pacote de medidas anunciadas pela autarquia, em abril, de apoio às famílias e à economia local, com um valor global de 2,5 milhões de euros, para minimizar os impactos da crise provocada pela pandemia de covid-19.

O concelho de Mirandela contabilizava esta quarta-feira, dia 20 de maio, 19 casos da doença provocada pelo novo coronavírus associado a 1.263 mortes e 29.660 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

Portugal entrou no dia 3 de maio em situação de calamidade devido à pandemia, depois de três períodos consecutivos em estado de emergência desde 19 de março.

 

FOTOGRAFIA: BMF

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.


PUB.

The website encountered an unexpected error. Please try again later.