Covid-19: Alfândega da Fé aciona Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil

O Município de Alfândega da Fé decidiu acionar o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil face à evolução epidemiológica do novo coronavírus.

Apesar de, ainda, não ter sido registado qualquer caso de infeção com COVID-19 no concelho, a autarquia decidiu ativar o plano de emergência como “meio de proteção da comunidade, prevenindo e preparando-se para situações de maior risco”.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal de Alfândega da Fé, Eduardo Tavares, a ativação deste plano de emergência irá “permitir o reforço das medidas de prevenção e proteção, sempre que necessário e de forma mais célere”.

Numa altura em que se tem registado um número crescente de emigrantes e de pessoas de outras zonas do país que regressam ao concelho, o município achou por bem reforçar as medidas de proteção da população procurando, assim, evitar possíveis contágios.

No Despacho de ativação do Plano Municipal de Emergência, é decretada a obrigatoriedade de quem chega ao concelho ter de comunicar a sua vinda, mantendo-se em isolamento profilático.

Ficam, também, proibidas todas as práticas de caravanismo e excursões turísticas, bem como a utilização de parques infantis e desportivos.

Já a circulação pelo concelho será restrita, nos termos já anunciados pelo Governo, de forma a facilitar os procedimentos da Proteção Civil, da Câmara Municipal, das Juntas de Freguesias e Bombeiros”, esclarece o executivo.

O Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Alfândega da Fé entra em vigor a partir das 00.00 horas de 23 de março,  até ao dia 9 de abril.

 

FOTOGRAFIA: BMF

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.