Confirmado o primeiro caso de Covid-19 no concelho de Macedo de Cavaleiros

O presidente da Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros foi, ao início da tarde de ontem, contactado pela delegada de Saúde, que lhe confirmou o primeiro caso positivo de COVID-19 no concelho. Trata-se de um cidadão de 66 anos de idade, natural da aldeia de Lagoa e emigrante em França. O indivíduo encontra-se já internado no Hospital de Mirandela.

A autarquia “já está em contacto com as autoridades sanitárias e de segurança para tomar as medidas que se impõem, no sentido de preservar a saúde dos restantes habitantes”, esclarece Benjamim Rodrigues, acrescentando que “estão a ser monitorizadas as pessoas que terão contactado com este senhor para perceber se manifestam sintomas para o COVID-19 e, nos casos em que tal se justifique, fazer os respetivos testes”.

Para já, a patrulha da GNR vai manter-se na aldeia, para evitar deslocações desnecessárias para Lagoa e sensibilizar as pessoas para a necessidade de promoverem o isolamento social”, salienta o autarca.

Paralelamente, uma viatura da Proteção Municipal vai continuar a percorrer as freguesias do concelho “fazendo alertas sonoros para os cuidados que as pessoas devem ter durante esta fase mais complexa”.

benja

O edil macedense aproveitou, ainda, o momento para reforçar a importância de as pessoas se remeterem ao seu lar “e promoverem um isolamento social voluntário”, apelando à população para que não se desloque a Lagoa e, aqueles que ali residem, fiquem em casa. “A autarquia tem vindo a tomar uma série de medidas para mitigar este surto no nosso território, mas estas não terão qualquer efeito se não contarmos com a colaboração de todos”, sublinha Benjamim Rodrigues, que recorda a todos a necessidade “de lavar frequentemente as mãos com água e sabão ou com uma solução de base alcoólica, bem como a avaliação da presença de sintomas e caso os tenham que contactem a Linha SNS 24, seguindo à risca as instruções que receberem”, bem como “tapar o nariz e boca quando espirrar ou tossir, utilizar um lenço de papel ou o braço, nunca com as mãos, e deitar o lenço de papel no lixo ou lavar as mãos sempre que se assoar, espirrar ou tossir”.

O Município de Macedo de Cavaleiros recorda, também, que está a ser preparada a reativação do Balcão Móvel do concelho, que irá passar a fazer distribuição de bens alimentares e medicamentos aos munícipes que o solicitem ao seu presidente de junta ou União de Freguesia.

Adicionar novo comentário

CAPTCHA Esta questão tem a finalidade de prevenir publicações de spam.
The website encountered an unexpected error. Please try again later.